top of page

Tudo tranquilo até que não... A importância da logística, treinamento e o comprometimento

Mais um plantão da Dra. Rúbia transcorria dentro da regularidade até que surge a necessidade de juntamente com 1 técnica de enfermagem acompanharem 2 gestantes em uma ambulância básica até Xanxerê, pois por uma casualidade o Serviço do SAMU não estava disponível.

Eis que durante o trajeto um dos bebês não mais quis esperar e veio ao mundo dentro da ambulância com o parto feito pela Doutora.

A situação por si só já é desafiadora e complexa e fica ainda mais delicada quando pensamos que durante a ida até Xanxerê, Ponte Serrada ficou sem o médico plantonista.

Prevendo este tipo de situação, em todo plantão o Hospital Santa Luzia em sua escala mantém a figura do médico de sobreaviso.

O médico de sobreaviso é acionado em situações como a relatada acima ou quando a demanda no plantão exige mais profissionais.

Quando o médico está em sobreaviso ele precisa se cuidar, evitar consumir álcool, não se ausentar do município, pois a qualquer momento pode ser acionado.

O sucesso de situações como a do parto ocorrido, são fruto logicamente da competência dos profissionais envolvidos, do treinamento constante da equipe assistencial e a sinergia entre os envolvidos no processo.

 

Resumindo, mesmo precisando deslocar o plantonista o médico de sobreaviso assumiu o plantão durante o período que a Dra. Rúbia ficou ausente, sem desta forma, prejudicar o atendimento no Pronto Atendimento e são em situações como esta que avaliamos a importância de manter a equipe engajada.

 

Parabéns a toda comunidade!!

16 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page